quarta-feira, 25 de setembro de 2013

REFLEXÃO - A MULHER E A SUA GALINHA



Uma mulher viúva tinha uma galinha que botava um ovo por dia. Desejando que a galinha botasse dois ovos por dia em vez de um, resolveu dobrar a quantidade de cevada que lhe dava. Com isso, a galinha ficou tão gorda, mas tão gorda, que nem mais um ovo por dia ela conseguia botar.

Moral da fábula: Quem quer demais acaba sem nada.

TAVARES, Rosemeire Aparecida Alves. Vontade de saber português, 6º ano. Conselvan. 1.ed. São Paulo, FTD, 2012. p. 78 (Recontada por Kátia Canton. A Mulher e a sua Galinha. In: _____. Era uma vez Esopo. São Paulo, DCL, 2006. p.35.)

Um comentário:

easyword traduções disse...

Li essa curta história e achei sensacional a grande mensagem que uma pequena e simples história traz para o seu leitor. A pequena fábula enfatiza que para termos o que almejamos, não precisamos de muito, e sim o suficiente. Porém, uma pessoa egoísta, que acha que não tem o suficiente, acaba pedindo mais e num ato de desespero, acaba ficando sem nada, assim como mostra a história. A mulher não satisfeita com a quantidade de ovos que a galinhava botava, num ato de ganância, aumentou a dieta da galinha e acabou ficando sem ovos nenhum.
Devemos repensar em alguns valores sociais, principalmente no que tange o egoísmo, para assim não faltar nada para ninguém.