sábado, 3 de agosto de 2013

POEMA "AS DORES DO MUNDO" (DE ELIAS JOSÉ)

"Sinto bem fundo
todas as dores do mundo.
Só que meu poema
não conseguiu tocar
em feridas maiores.
Abro os jornais
e leio e choro e me arrepio
com a fome
com a guerra
com a aids
com a violência
com a destruição
do verde e da vida.
Tento escrever,
mas sai um poema impotente.
Fico pensando:
As dores do mundo
pedem canções
ou exigem ação?"

Elias José, Cantigas de adolescer.

Um comentário:

minhas estorias disse...

um lindo poema ele diz a verdade que todos tentam esconder ou pior fingem não ver.