sexta-feira, 29 de novembro de 2013

PEIXES AZUIS (POEMA DE ROSEANA MURRAY)

Varrer a casa,
varrer o pátio,
a calçada,
arrancar do jardim
as ervas daninhas,
abrir espaço,
limpar as águas 
por onde irão passar
os peixes azuis da vida.

MURRAY, Roseana. Rios de alegria. São Paulo: Moderna, 2005. p. 9

Nenhum comentário: